quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

..................................................................................................................................................


O nada, sendo nada, é alguma coisa.
mesmo que essa coisa seja nada, surge a idéia de ser nada, da idéia surge uma comparação, da comparação surge o ser, o ser é o que existe, o que existe é tudo, no tudo existe o nada.


..................................................................................................................................................

7 comentários:

Danillo Araújo. disse...

Realmente o Nada existe---

éh---

Gostei do blog!

Uma Abraço e fica com Deus.

=D

Gaby. disse...

Uma perfeita junção de idéias !!!

Grande beijo.

mateus rosa disse...

No tudo está o nada... Enfim... Adoro este seu texto! Vai nos levando de uma tal forma! hahahah

Abraços!

Clarinhaaa disse...

portanto?...

comparando-se o ser com o nada...
temos uma coisa qué é alguma coisa
a idéia de pensarmos numa comparação do nada com coisa alguma...

iii.. me perdi...rs

.Dazinha. disse...

É bem sua cara estes textos.rs.
No fim das contas, estamos todos afundados em um buraco negro, onde tudo e nada é a mesma coisa!

Beijao rafa

[ rod ] disse...

Sempre conceitual na expressão dos antônimos... nada mesmo é ter tudo o que não queríamos...

Abçs meu nobre,








Novo Dogma:
pedRas...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Rosicleide David disse...

A minha cara essa sua escrita!!!